Especiais

Editorial: Salve o Junior Eurovision – a mudança de formato e sua baixa audiência

Originalmente publicado no ESC+Plus

07 de dezembro de 2017 - por Fabiana Silva
07 12 2017

EDITORIAL – O que deve ser feito para mudar um concurso que está se tornando muito semelhante à versão adulta e ficando longe de seus valores originais?

A 15ª edição do Junior Eurovision Song Contest ocorreu há alguns dias, com a Rússia sendo coroada vencedora da competição deste ano. Embora a emissora georgiana trouxe ao público um show fantástico para as crianças, podemos ver que ainda há alguns aspectos para melhorá-lo, para que ele volte a ter um formato educativo atraente para as crianças, seguindo uma tendência mais atual.

Origens nórdicas e público alvo errado

O Junior Eurovision mudou muito desde a sua primeira edição. Essa mudança fez com que alguns dos participantes originais se retirassem da competição, de modo que o público e a popularidade do concurso diminuíram e, apesar de terem se recuperado em 2014 e 2015, tal queda continua.

O Junior Eurovision nasceu do popular concurso de canções da União Europeia de Radiodifusão. Um detalhe muito interessante, e que a maioria das pessoas não sabe, é que esta competição tem suas origens no MGP Nordic, um concurso de canções para crianças que reunia cantores da Dinamarca, da Noruega e da Suécia.

A evolução inadequada do formato ao longo dos anos levou à retirada de países que contribuíram com altos índices de audiência, como os nórdicos ou a Espanha. Além disso, os países participantes começaram a transmitir o concurso em canais menores, o que afeta os números negativamente. É ainda mais surpreendente ver que o ‘junior’ é principalmente seguido de perto por jovens com mais de 16 anos, que precisam de uma maneira de passar o tempo na ausência do festival adulto.

Por este motivo, entre muitos outros, o grupo de referência do Junior Eurovision, junto com a EBU, deveria analisar o formato, de modo que este concurso se torne um dos programas educacionais favorito dos mais jovens.

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook