Eurovision

TVE garante que já trabalha no Eurovision 2018

Desde junho

07 de agosto de 2017 - por Fabiana Silva
07 08 2017

Uma das principais reclamações dos fãs espanhois em relação ao Eurovision é que a delegação de seu país demora muito tempo para iniciar seus trabalhos. Em 2016, enquanto a França anunciou que já estava planejando a próxima edição dias depois da final, a Espanha só fez uma declaração oficial sobre o assunto vários meses depois, em janeiro.

Mas, ao que tudo indica, a mudança de chefe de delegação trouxe mesmo novos ares para o país. Ana María Bordas, que agora ocupa o cargo máximo da delegação, publicou em seu Twitter oficial que, ainda que ela não possa dar nenhum detalhes, sua equipe já vem trabalhando desde junho.

A TVE espera não estar envolvida em tantas polêmicas, como esteve em 2017 – Toñi Prieto, diretora de entretenimento da estatal, foi acusada de manipular os resultados da seletiva, já que sua filha era funcionária da mesma gravadora de Manel Navarro. Além disso, foi revelado pelo portal Bluper que não há remuneração para os representantes da Espanha e que eles são obrigados a ficar a total disposição da emissora, inclusive depois do festival.

Relembre a novela Objetivo Eurovisión 2017 [aqui] e [aqui].


Boatos para o Eurovision 2018

Enquanto a TVE faz suspense em relação aos seus planos para o Eurovision 2018, vários boatos já tomaram as redes sociais e a imprensa local. O primeiro deles foi plantado justamente pela emissora que. durante uma chamada falando sobre a nova edição do show de talentos Operación Triunfo, confirmou a atração como final nacional. Pouco depois, eles disseram que a atração é apenas uma das opções que estão sendo estudadas pela equipe.

Na última semana, David Civera mostrou interesse em voltar ao Eurovision. Através do Twitter, ele disse que está trabalhando em uma proposta e que colocou sua ‘força e coração’ nessa meta. Em entrevista ao La Opinión de Murcia, ele ainda disse que tem “uma proposta que o país não poderá recusar“. Vale lembrar que David tem o melhor resultado da Espanha neste século, um 6º lugar.

Uma das maiores favoritas dos fãs, Chenoa disse que aceitaria o convite da TVE, porém com uma condição: que ela tivesse muito controle sobre sua performance. Contudo, ela esclareceu que essa resposta foi dada à pergunta ‘se algum dia você iria ao festival’ e que Lisboa não está em seus planos para 2018.

Tinet Rubira, diretor da importante produtora Gestmusic, apoia a candidatura da cantora argentina, mas queria vê-la ao lado de Monica Naranjo (outro nome que, a cada ano, entra na lista de desejo do público). Mas, se Chenoa 2018 é algo um tanto quanto remoto, Monica 2018 é praticamente impossível – ela já fez duras críticas ao festival, chamando-o de “a maior mentira do mundo da música“.


Espanha no Eurovision 2017

Em 2017, a Espanha foi representada por Manel Navarro e a canção “Do it for your lover“. Na final, ele ficou na última posição, com apenas 5 pontos.

Fonte: ESC Portugal e Bluper

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook