Eurovision

Rússia respeitará a lista negra ucraniana

Elena Temnik e Alexander Panoyotov seriam os favoritos para representar a Rússia

01 de Fevereiro de 2017 - por Paulo K.
01 02 2017

Segundo relatos publicados no site depo.ua, a delegação russa confirmou a Jon Ola Sand que eles não enviarão um artista para o Eurovision 2017 que esteja incluído na lista negra de artistas da Ucrânia.

Segundo a fonte, o supervisor executivo do Eurovision, Jon Ola Sand recebeu garantias de que a Rússia não escolheria um artista que violaria a lista negra da Ucrânia. De acordo com o relatório, Sand afirmou:

Estamos em constante contato com a delegação russa que concordou que o país só vai selecionar um artista que pode performar na Ucrânia.

A Ucrânia havia declaro no final de setembro que se a Rússia selecionasse um artista que esteja proibido de atuar no país, eles não seriam autorizados a entrar no país e, portanto, ser incapaz de competir no Eurovisoin. A tal famosa lista negra foi criada pelo governo ucraniano após a anexação da Crimeia e a guerra que ocorreu no leste da Ucrânia, na qual as tropas russas estão a apoiar os separatistas.

Rússia com base em comentários feitos pelo Chefe de Delegação no início de janeiro, teriam selecionado seu candidato para Kiev, como de uma semana atrás. A partir de 9 de janeiro, as discussões estavam em andamento no Channel One sobre quem deveria representar o país em Kiev, com um número de artistas sendo discutidos. Este é o quinto ano consecutivo em que a Rússia optou por escolher internamente os seus participantes para o Eurovision.


Rússia no Eurovision 2016

No Eurovision 2016, a Rússia ficou na 3ª posição da final, com 491 pontos. Na ocasião, eles foram representados por Sergey Lazarev, com a canção “You are the only one“.

Fonte: Eurovoix

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook