Eurovision

Rússia deverá boicotar o Eurovision 2017

Não souberam perder

15 de Maio de 2016 - por Marcus Javarini
15 05 2016

A população e o governo russos não estão nada satisfeitos com o resultado do Eurovision 2016. Algumas horas após a vitória da Ucrânia, algumas personalidades russas se pronunciaram acerca do resultado, no qual a Rússia ficou com a terceira posição, atrás da vencedora Ucrânia, representada por Jamala, e da vice Austrália, representada por Dami Im.

O senador russo Frantz Klintservitch apelou ao boicote e afirmou:

Não foi a cantora ucraniana Jamala e a sua canção que ganharam o Eurovision 2016: foi a política que ganhou à arte

Nas redes sociais, o senador Konstantin Kossatchev também apelou ao boicote no ano que vem dizendo: 

A geopolítica que ganhou […] a vitória vai dar assas aos dirigentes ucranianos […] Por esse motivo, quem perdeu foi a Ucrânia! Aquilo que o país precisa, de uma forma vital, é de paz: mas o que ganhou foi a guerra

Não só os políticos reclamaram da derrota, mas também Yuri Akutsya, diretor do canal russo Channel One. Segundo ele, a Rússia venceu o Eurovision: 

Para mim, a parte mais importante do resultado é a votação do público, pois a música é por composta pelo seu público! Um júri profissional é uma outra forma de pontuação. O público deu a vitória ao Lazarev! Sergey Lazarev é o vencedor do ESC2016

Por outro lado, também nas redes sociais, o presidente ucraniano Petro Poroshenko parabenizou a vitória ucraniana: 

SIM! Uma prestação e uma vitória incríveis! Toda a Ucrânia te diz Obrigada, Jamala!

Já o representante russo Sergey Lazarev não se incomodou com a derrota e parabenizou Jamala: 

Como se costuma dizer: todos adoram o vencedor! Felicito a Jamala! A australiana foi notável e venceu muito bem o júri! Mas estou muito feliz pelo voto dado pelo público à Rússia! Eu não tenho qualquer tipo de frustração, francamente!

Com o novo método de votação, televoto e júri deram seus pontos separadamente. O televoto foi vencido pela Rússia, o que lhe rendeu 361 pontos. Já o juri foi vencido pela Austrália, que ganhou 320 pontos. A Ucrânia ficou em segundo lugar em ambas as partes, o que lhe rendeu a pontuação final de 534 pontos, contra 511 da Austrália e 491 da Rússia.


Ucrânia x Rússia

A Ucrânia e a Rússia enfrentam um conflito na região da Crimeia, que teve início em 2014 quando o governo russo anexou a região ao seu território, em decorrência dos protestos do povo ucraniano contra o presidente da Ucrânia. Na ocasião, o presidente russo Vladmir Putin alegou proteção ao povo russo que vive no local.

Desde então, a relação entre os países anda conturbada, principal motivo pelo qual a NTU não participou do Eurovision em 2015. Caso a Rússia vencesse a competição em 2016, a estatal NTU divulgou horas antes da final que não estaria presente em 2017. Em fevereiro, surgiu o rumor de que, caso a Ucrânia vencesse, a edição seguinte seria sediada em Sevastopol, capital da Crimeia.


Eurovision 2016

Como citado acima, a vencedora do Eurovision 2016 foi a Ucrânia – eles foram representados por Jamala e a canção “1944“. Reveja a performance da cantora depois de sua vitória:

Fonte: ESCPortugal

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook