Eurovision

OGAE Espanha leva possível fraude ao Ministério Público

15 de fevereiro de 2017 - por Marcus Javarini
15 02 2017

Os escândalos acerca da seletiva espanhola não param. A OGAE Espanha enviou, recentemente, um documento ao Ministério Público solicitando uma investigação na seletiva nacional do país para o Eurovision 2017, uma vez que a organização de fãs do festival classifica o processo seletivo como não sendo justo e transparente.

Há fatos que podem constituir os possíveis crimes de fraude, corrupção entre os indivíduos e tráfico de influência. [É necessário determinar] as possíveis implicações criminais do mesmo. [A TVE deve ser] uma instituição responsável por assegurar a transparência dentro da corporação.

Dentre as principais reclamações da OGAE espanhola, estão:

  • O jurado Xavi Martinez tem amizade com Manel Navarro, vencedor da seletiva espanhola, além de já ter mencionado publicamente antes do show que estava torcendo por ele em seu programa de rádio.
  • O site Los 40 havia publicado uma matéria sobre a vitória de Manel antes mesmo do começo do programa, como pode ser lido aqui.
  • A filha de Toñi Prieto, diretora de entretenimento da TVE, não só trabalha na gravadora de Manel Navarro como estava na equipe que o preparou para a seletiva, como noticiamos neste artigo.
  • Poucos dias antes da seletiva acontecer, a TVE mudou os planos, trocando o juri internacional por um time de jurados nacionais e deu a eles a decisão de definir o vencedor caso houvesse um empate.

Vale lembrar que a OGAE não é a única a se manifestar contra a TVE. Alguns membros de partidos políticos espanhois já demonstraram sua dúvida acerca da idoneidade da seletiva. O deputado Jose Miguel Camacho do partido PSOE enviou uma série de perguntas ao presidente da TVE. Outro deputado, Ricardo Sixto do EUPV-A também fez várias perguntas na Mesa do Congresso acerca do processo seletivo espanhol. É importante ressaltar que a estatal espanhola TVE não se pronunciou sobre o assunto.

Leia a carta completa da OGAE Espanha aqui (em espanhol)

Fonte: ABC.es
x Close

Curta nossa página no Facebook