Análises

O que achamos dos ensaios de hoje do Eurovision 2017

03 de maio de 2017 - por Fabiana Silva
03 05 2017

Ensaios de hoje

  • San Marino
  • Croácia
  • Noruega
  • Suíça
  • Belarus
  • Bulgária
  • Lituânia
  • Estônia
  • Israel

Confira o calendário completo do Eurovision 2017


San Marino

Fabiana: não esperava muita coisa e eles me deram menos ainda. O colorido é bonito, lembra mesmo uma discoteca, mas o staging está desleixado e Jimmy se destaca muito mais que Valentina no vocal. Sem contar que ela não tem lá muito molejo – talvez porque ela é uma cantora de jazz e não de disco. Nota: 4/10

Guilherme: Desapontado com a Valentina. Só o que tenho a declarar. Nota: 2/10 pelos vocais dos espíritos da noite.

Jônatas: Aparentemente nada de surpreendente na apresentação, o palco está bem colorido e contagiante, Valentina quanto Jimmie cheios de energia, o vocal de ambos estão bons, o figurino está meio estranho, principalmente aquela bolsa de lado da Valentina (espero que ela tenha esquecido de ter tirado aquela bolsa, pelo amor de Deus). Nota: 4/10

Marcus: Eu gostei bastante das cores do telão, acho que combina muito com a música. Também achei o figurino interessante, mas não entendi pra que o Jimmie tirou a roupa, né? O conjunto acabou ficando apenas ok, sem nada de mais. Nota: 5/10

Paulo: Valentina, essa bolsinha faz com que você pareça uma tiazona na balada. Tá um trainwreck, tá tudo errado, não sei nem por onde começar – pena que Monetta não voltou com algo melhor. Nota: 2/10


Croácia

Fabiana: esperava uma coisa horrível e vergonhosa da Croácia, mas não foi assim. Uma surpresa positiva! E o que é esse vocal do Jacques, que me arrepia cada vez que eu ouço esse falsete precioso (e que não ficou forçado). O telão se desenvolve de forma interessante, só que abriria mão do arco-íris – ficou colorido demais – e do egocentrismo-tour. Também dispensaria os backing vocals (os esconderia atrás do palco), deixando só os dois músicos. Nota: 7,5/10

Guilherme: Então, sou suspeito pra falar dessa música porque gosto dela. Gostei de como foi desenvolvida a ideia das duas vozes (nesse caso o Egovision tá aprovado), assim como gostei do telão num geral. Era esperada a boa performance vocal do Jacques, mas vamos ressaltar: Que vozeirão da p****. Se passar não vou ficar surpreso, aliás, vou até manter fé no Eurovision. Nota: 8,5/10 porque quero muito ser amigo do Jacques, ele parece ser uma pessoa legal.

Jônatas: O telão é legal, pensei que iria ser uma bagunça, pois falaram que ele iria se vestir de duas pessoas, não vi nada disso (ainda bem), seu vocal está muito bom, aquele violinista solto no palco não ficou muito legal. Nota: 5,5/10

Marcus: É PRA GLORIFICAR DE PÉ, IRMÃOS. Ele não vai se vestir de duas pessoas diferentes! Como sempre Jacques está mandando muito bem no vocal e a ideia de colocar os instrumentistas no palco parece funcionar. Só achei esse telão muito brega. Nota: 6/10

Paulo: Vamos parar com violinistas aleatórios? Empobrece a apresentação. Houdek surpreende com um excelente vocal e um telão interessante, contudo eu ainda não consigo gostar do conjunto em geral. Mas o ensaio realmente foi bom. Nota: 7/10


Noruega

Fabiana: a performance no MGP estava bem melhor.Gostei que eles mantiveram a paleta de cores, que é discreta e funciona muito bem no vídeo, mas o trecho que eles mostraram estava caótico e colocarem vários JOWST’s no palco só serviu para ocupar espaço, pois não acrescentam nada ao conjunto. E o vocal eletrônico, que morte Eurovision! Nota: 4,5/10

Guilherme:Primeiramente, obrigado EBU por manter suas regras estritas pelo menos aqui (pra quem não sabe, eles pediram pra EBU tocar o playback, o que vai contra as regras da organização).
Agora voltando pro ensaio: o vocal tá um lixo. Nórdico repetindo apresentação de NF, que inovação zzzzzzz (se bem que não tinha muito o que fazer nesse caso). Ao menos deve ficar bonito visualmente pra tv. Ainda assim, meio basique mas ainda não vejo ficando na semi-final. Nota: 5/10 porque eles só querem curtir o momento.

Jônatas: Mesma coisa da final nacional, nada de novo, gostei muito do telão e como as luzes dançam de acordo com a música, o vocal precisa melhorar um pouco mais. Nota: 5/10

Marcus: Não achei interessante, portanto não irei comentar muito. O telão está bem feito mas todo o resto é sem graça nenhuma. Nota: 3/10

Paulo: A canção precisa mais animação que o vocalista não tem. Realmente muito parado, morto, sem energia – o telão é realmente mal aproveitado. Se continuar assim, a Noruega encaminha mais uma desclassificação na semifinal. Nota: 3/10


Suíça

Fabiana: a bagunça não era da Bulgária? Suíça jogou no lixo a segunda melhor chance que eles tiveram de voltar à final dos últimos anos (a primeira é Sebalter, claro). Nada funcionou para mim, a começar por esse telão cartunesco, cheio de cores pasteis, passando pela fantasia da Bella comprada na 25 de março e pela plataforma com escada. Menos é mais, colegas! Miruna é linda, tem uma voz maravilhosa… custava deixar o piano branco, a bateria e umas folhas avermelhadas caindo no fundo? Falando na Miruna, o que é ela entrando na vibe da Lindita, soltando agudos desnecessários na entrada do último refrão? Nota: 3/10

Guilherme: A tal da Miruna vocalmente tá dentro do exigido pra música, ponto positivo. Ficou feia a escadaria no meio do palco, ficou feio o telão de glicose com harpas, ficou feio o vestido de bala de coco, ficou estranho o palco com a banda, enfim, um desastre total. Se ficar em último na semi, não vou ficar surpreso. Nota: 1,5/10 porque não quero seguir Apolo.

Jônatas: A Suíça conseguiu errar em tudo, no telão, figurino, as cores das luzes, o elemento utilizado em palco… Nada se salva dali. Nota: 1/10

Marcus: Miruna parece estar bem desconfortável no palco e acho que o vocal dela não está de acordo com o que ela pode oferecer. Além disso, o telão não esta nada bonito e as cores foram mal usadas. E aquela escada, gente? Pra que isso? Nota: 4/10

Paulo: Que esquema de cores horrível, nada faz sentindo, falta bom gosto e um melhor vocal (uma gritaria totalmente sem sentido). Suíça mata de vez suas chances com isso, pois realmente NADA funcionou. Nota: 1/10


Belarus

Fabiana: ay eu quero andar nesse barquinho voador! Belarus sempre arrasando nos telões e, dessa vez, na performance também. Os Navi são muito fofos e conseguem se divertir no palco, mostrar quem eles realmente são. O vocal está bom e a química dos dois é uma das chaves do sucesso. Nota: 8,5/10

Guilherme:Primeiro ensaio desde Conchita que vejo e fico todo arrepiado. Parece que, depois da pobreza que foi a apresentação em 2015, Belarus acordou pra vida e começou a investir mais no staging. O vocal tá bom pro padrão da música, o telão super lindo e parece que vai ter coisa nesse barquinho voador (queria subir, inclusive rs). Isso sem contar o carisma desses dois, vontade de agarrar <3. Tudo casa numa perfeita sinfonia. Melhor ensaio da temporada (a julgar pelos 30 segundos), e vai ser uma injustiça das grandes se eles não forem pra final esse ano (após o roubo ano passado). Nota: 10/10 porque quero conhecer mais da história de Belarus (e das vidas deles também).

Jônatas: Está surpreendentemente tudo muito bonito, vocais perfeitos, telão incrível, tudo se casa, estão em perfeita harmonia. Com um bom jogo de câmeras, Belarus poderá ir longe. Nota: 8/10

Marcus: O telão está LINDÍSSIMO. O conceito consegue pegar os elementos da seletiva nacional e aplicar nessa nova arte, que está muito bem feita. Achei aqueles ventiladores no fundo um pouco desnecessários, mas, no geral, tudo parece muito harmonioso e eles têm muita animação no palco. Nota: 8/10

Paulo: Caso o NAVI tem mais mobilidade e não fique apenas ali, teremos uma apresentação de sucesso. Esperava tons mais folks mas para ser o primeiro ensaio, algo mais Hora din Moldova mas mesmo assim está tudo ótimo. Não gostei tanto do telão como os demais, contudo não compromete. Nota: 8/10


Bulgária

Fabiana: temos o vencedor da semi? Acho que sim! A Bulgária veio minimalista, tecnológica e emotiva, jogando na cara da sociedade que eles não estão no Eurovision só para fazer número, mas sim para conquistar mais um top-5 (quem sabe até a vitória). E impressiona a interpretação de Kristian – como ele consegue transmitir tanto, ter tanta presença de palco, cantar tão bem com apenas 17 anos recém completados? É de tirar o chapéu! Nota: 9/10

Guilherme:Particularmente, após ver a explosão de cores no clipe, fiquei um pouco decepcionado com o staging. Espero que o jogo das câmeras trabalhe bem ali pra ocupar os vazios deixados pelo guri. O vocal dele, confesso, me surpreendeu pois eu estava esperando menos. No geral, tá uma apresentação bacana que vence a semi e pega vice na final. Nota: 8,5/10 pela decepção que tive ao não ver a bela bagunça de cores no telão.

Jônatas: Gostei muito, sua apresentação deu um ar sombrio, minimalista, sua performance está muito bem elaborada, sem contar no vocal de Kostov que está maravilhoso. Nota 9/10

Marcus: Sou suspeito pra falar da Bulgária esse ano, mas sempre digo que menos é mais, quando se é bem feito. Kristian não está decepcionando e o telão, apesar de simples, consegue ser bem coerente com a música e com todo o resto. Só acho que os backings deveriam cantar mais baixo. Nota: 9/10

Paulo: Apresentação clean e simples, deverá ficar excelente nas câmeras. O vocal é ótimo e essa é uma grande prova que menos é mais (ouviu Suíça e Romênia?). Bulgária se firma como uma das candidatas ao título. Nota: 9/10


Lituânia

Fabiana: ISSO!!! Até com a Viktoria com cara de ‘estou c* e andando pra essa m*’, o ensaio foi muito bom. Vocal acertado, telão muito bem feito, vermelho vibrante, excelente trabalho de câmeras, lindo efeito no chão de led… Pisou sem dó! Minha única ressalva para a Lituânia é a morte dos ‘yeah yeah’, gostava tanto deles 🙁 Nota: 9/10

Guilherme: A apresentação tá basicamente a mesma da final nacional, incluindo telão e vestido. Na verdade, isso tá aceitável porque não tinha muito o que mexer mesmo nessa apresentação. Vocais coerentes para a música, incluindo o coro das irmãs como backings. Se a Lituânia tinha chance zero de passar, agora vejo uma luz verde piscando. Pisou sem prometer. PS: os “yeah yeah” vão fazer tanta falta na cantoria de chuveiro 🙁 Nota: 8,5/10 porque quero a chuva de revolução pairando sobre a Europa na quinta-feira que vem.

Jônatas: A chuva de revolução está vindo com tudo, performance muito bem elaborada, telão incrível, jogo de câmeras está melhor ainda, vocal está bom, mas precisa dar uma melhorada. Gostei de quase tudo, menos da escolha de tirarem o “Yeah yeah” da música, mas fora isso tudo está perfeito. Nota: 9,5/10

Marcus: O telão está bem interessante e está combinando bastante com o figurino e com a iluminação do palco. No mais, o vocal também parece coerente e sem muitos defeitos, apesar de, particularmente, eu achar essa música pouco competitiva. Nota: 6,75/10 

Paulo: Lituânia está zilhões de vezes melhor que a sua apresentação na final nacional, sendo que o telão está chamativo e a estrutura inteira dela casa muito bem com a proposta da canção. O país está fazendo o máximo que pode com o que tem e e estão o fazendo bem! Nota: 8,5/10


Estônia

Fabiana: ‘estar perdido’ era apenas parte da letra, não era para ser a base de toda a apresentação. A Estônia precisa urgentemente contratar alguém que saiba trabalho de câmeras! E, não é porque a música fala de um relacionamento complicado que os dois não têm que demonstrar certa química no palco! Nem o vocal deu para salvar dessa vez… Enfim, estava bem melhor na final nacional. Nota: 3,5/10

Guilherme:Era pra ficar perdido em Verona, não em Kiev. Ambos são bons cantores pra proposta da música, mas não é um dueto carismático e falta muita simbiose entre os dois. Não sei quem é o cego que tá fazendo os stagings estonianos, mas tem que trocar de pessoa urgentemente. Muito básico pra uma música muito básica, capaz de se afundarem. Nota: 2/10 porque perderam em Verona e no palco.

Jônatas: Gostei da apresentação deles, o telão está bem de acordo com a música, nada chamativo demais. Achei o casal muito separado um do outro, porém acho que irão fazer um bom jogo de câmeras. Nota: 6/10

Marcus: Ao que tudo indica, a Estônia vai prezar por um jogo de câmeras bem detalhado em sua apresentação, deixando todo o resto de forma mais simples, e isso funciona muito bem. O que é aquele fio na mão da Laura, amigos? Nota: 8/10

Paulo: Sim, eu sei que a apresentação estoniana é toda baseada no trabalho de câmeras mas eu juro que quase dormi assistindo. Logo, não tem como julgar muito pois Verona é praticamente os carões da Laura e só. Nota: 5/10


Israel

Fabiana: um dos vocais mais fracos do ano. Imri tentou fazer um “Golden Boy 2.0”, mas lhe falta o jeito malemolente do Nadav, aquela coisa de muleke malandro. A coreografia é terrível, assim como as notas mais altas. E no telão temos outro que pegou o trem do egocentrismo. Para não falar que não gostei de nada, gostei das cores usadas, principalmente do vermelho, que transmite bem a energia da canção. Mesmo com o vocal bem falho, Imri ainda é carismático e tem certa desenvoltura. Nota: 4/10

Guilherme:E MAIS UM PRO EGOVISION, EBA!!!
O vocal, como esperado, é bem fraquinho e quase incapaz de sustentar a música. O telão tá ok mas poderia ser melhor. Essa dancinha de braços é uma porcaria e totalmente robotizada. O ponto de caridade vai pra presença de palco do Imri, porque de resto…
Se não melhorar no segundo ensaio, parabéns porque acabou de jogar fora uma vaga na final. Nota: 1/10 porque tentou ficar vivo mas acabou despedaçando.

Jônatas: Simplesmente incrível, essa performance promete arrancar fôlegos, apesar dele aparecer no telão igual a outros vários cantores estão fazendo, parece que o dele funcionou melhor, ficou muito bem trabalhado, a dancinha ficou legal também, o figurino está ótimo e o vocal perfeitamente maravilhoso. Está tudo se casando muito bem. HOMÃO DA PORRA! Nota:9/10

Marcus: Mais um que quis aparecer demais e acabou estragando a apresentação. Totalmente desnecessário colocar o Imri no telão daquela forma. Ficou muito artificial e não combina em nada com o resto. E vamos combinar que a coreografia é bem bobinha. Nota: 4/10

Paulo: Israel, sua canção é farofa – aceite isso. Não entendi esse telão todo alternativo barroco (muito escuro para uma canção como I Feel Alive). Agora a coreografia do refrão com os braços não é só vergonhosa como extremamente tosca. Nota: 3,5/10

x Close

Curta nossa página no Facebook