Eurovision

Bulgária inicia buscas para representante em 2018

13 de novembro de 2017 - por Marcus Javarini
13 11 2017

A Bulgária divulgou hoje mais detalhes sobre o processo seletivo que definirá o representante do país para o Eurovision 2018. Como se sabe, a estatal BNT já divulgou que o país optará novamente por uma escolha interna, como tem feito nos últimos anos. As regras seguem praticamente idênticas às desse ano, com uma pequena alteração: além de cantores, os compositores poderão enviar suas propostas em uma versão demo, que será apresentada a produtores interessados. A emissora ainda enfatizou os pontos principais para a participação na seletiva: espírito de equipe, talento para música e uma mensagem que valha a pena divulgar para o mundo.

Os artistas e compositores interessados deverão se inscrever na competição e a partir de então a emissora formará um juri que começará a filtrar as propostas com a ajuda de um juri internacional. Para 2017, os jurados selecionaram seis músicas para serem apresentadas ao juri internacional, que por sua vez reduziu a três as propostas. Ao final, Kristian Kostov foi escolhido para representar o país com ‘Beautiful mess’, terminando em segundo lugar no Eurovision.

A chefe de delegação da Bulgária, Joana Levieva-Sawyer, comentou o assunto e comemorou o sucesso que o país vem tendo na competição:

Mais uma vez nós estamos procurando um artista carismático, uma música cativante e um conceito eficaz no palco. Nós queremos trabalhar juntos com os melhores profissionais, então nós provamos mais uma vez que a Bulgária é digna de parte do cenário musical da Europa. Com este tipo de abordagem nós temos muitas realizações nos últimos dois anos – o segundo lugar de Kristian Kostov e o quarto lugar da Poli Genova.

As regras completas podem ser lidas clicando aqui.


A Bulgária no Eurovision

O país participou do Eurovision de 2005 até 2013 e nesses oito anos se classificou para a final somente uma vez, em 2007, onde Elitsa & Stoyan atingiram o 5º posto na final com a canção ‘Water’. Desde então as entradas búlgaras se mostraram um fracasso até que o país saiu da competição por motivos financeiros. O país retornou para a competição em 2016 após ter sediado a versão infantil do festival em 2015 e desde então vem tendo ótimos resultados. Em 2016 Poli Genova e ‘If love was a crime‘ atingiram o quinto posto, enquanto Kristian Kostov chegou ao segundo lugar em 2017 com ‘Beautiful mess‘. Relembre:

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook