Análises

A história da minha hey, hey, hay-yay-yay-a-ho!

Belarus - Navi - "Historyja majho žyccia"

04 de abril de 2017 - por Paulo K.
04 04 2017

Ficha Técnica

  • País: Belarus
  • Artista: NAVI
  • Título: Historyja majho žyccia
  • Data de Lançamento: 30 de novembro de 2016
  • Autor: A.S. Lukjanienka
  • Emissora: BTRC
  • Método de seleção: final nacional (Eurofest)

Biografia

NaviNavi é uma dupla de Minsk, formada por Artem Lukyanenko (vocais e violão) e Ksenia Zhuk (vocais e teclado). Surgiram em 2013 e têm como principal característica cantar apenas em bielorrusso. Seu primeiro álbum, Soncam sahretyja, foi lançado em 2014 e, dois anos depois, tentaram representar Belarus no Eurovision – com a canção “Heta ziamlia“, foram 4º colocados.

Seu segundo álbum, Illuminatsiya, foi lançado em 2017 e disponibilizado para download gratuito pela própria dupla.


Galeria


Capa para Facebook

Timeline-Belarus


Clipe Oficial


Análise

Os intérpretes

NaviSimpáticos, carismáticos e talentosos. É difícil não se apegar ao duo da banda Navi, que vendem e interpretam sua canção tão bem, cantando com a alma e um sorriso estampado no rosto. Eles realmente são o pilar que sustentam Historyja majho žyccia e apesar da canção não requer muito de seu talento, eles a executam extremamente bem. Nota: 9,5/10

A canção

Navi Pela primeira vez, Belarus cantará em seu idioma oficial. E em um ano em que a maior parte das canções são em idioma inglês, Historyja majho žyccia soa como uma brisa fresca. Ela é singela, original e possui um refrão composto de onomatopeias – “>Hey! Hey! Hay-yay-yay-a-ho!” que apesar de ser um artifício fácil e clichê, funciona muito bem aqui pelo fato de ultrapassar a barreira do idioma e facilitar com que todos possam cantam juntos, ao menos essa parte, transformando ela em um tanto quanto memorável. A canção é simples – nada de espetacular – contudo ela cumpre muito bem o que propõe e tem personalidade e alma. Pode soar até um tanto quanto repetitiva, contudo isso não compromete a composição final. Nota: 9/10

O apelo com o público

NaviPor se tratar de uma simples canção pop/folk em língua bielorrussa, o público reagiu muito bem. Os que não gostam, são indiferentes a ela – sendo que dificilmente ela está entre as últimas colocadas dos rankings pessoais dos fãs. É uma canção comercial, acessível e fácil de ser escutada – e diverte. Provavelmente não vencerá – não tem força para isso – mas possui um apelo suficientemente grande – maior no leste europeu do que no ocidente – para poder chegar à final. Nota: 8,5/10

O conjunto da obra

NaviBelarus deverá conseguir uma vaga à final, pois possui uma composição forte o suficiente para isso – contudo a apresentação deverá ser melhor do que a visto em sua final nacional. O país deverá apostar mais na sua linha étnica/folk para poder elevar a canção e conquistar o público pela sua originalidade dentro das demais canções do certame. Apesar de simples – e se bem executada – Belarus tem um conjunto forte que tem bastante apelo no leste europeu e que poderá sim sonhar com alguma posição próximo ao top 10 do Eurovision. Nota: 9/10

O veredito

Veredito Belarus Eurovision 2017



E amanhã…

Demy
A temporada de análises do ESCPedia continua amanhã, com nosso veredito sobre “This is love“, canção de Demy que representará a Grécia.

x Close

Curta nossa página no Facebook