Junior Eurovision

As curiosidades após o Junior Eurovision 2017

27 de novembro de 2017 - por Marcus Javarini
27 11 2017

Aconteceu hoje mais uma edição do Junior Eurovision. Sediado em Tbilisi na Geórgia, dezesseis países estiveram presentes na competição brigando pela vitória, que teve a Rússia como grande vencedora da noite. O país foi representado por Polina Bogusevich e ‘Wings‘, garantindo a segunda vitória russa no festival infantil. O ESCPedia separou algumas curiosidades e dados interessantes sobre a competição.

  • 2017 marcou a décima vitória de um país ex soviético na competição em quinze edições.
  • Apesar de já ter vencido a competição em três ocasiões, esta é a primeira vez que a Geórgia é a anfitriã da competição, marcando o último ano em que o vencedor teve a preferência em organizar a edição seguinte. No ano que vem Belarus organizará o festival;
  • Esta é a segunda vitória da Rússia no Junior Eurovision. A primeira delas foi em 2006, onde as irmãs Tolmachevy levaram o troféu para casa com ‘Vesenniy Jazz’;
  • Pela primeira vez na história dos festivais da EBU, o público teve a oportunidade de votar na competição em uma plataforma online. Caso dê certo, este método deverá ser instaurado na versão adulta do Eurovision;
  • Grigol Kipshidze foi o primeiro menino a representar a Geórgia solo no Junior Eurovision;
  • Desde que estreou, em 2005, a Rússia só terminou fora do top 5 em quatro ocasiões, sendo o pior resultado do país o nono lugar em seu ano de estreia;
  • Em nove anos de participação, é a primeira vez que a Sérvia envia um dueto para competir no Junior Eurovision. Excetuando-se 2006, todas as outras concorrentes do país foram meninas cantando solo;
  • Giga Kukhianidze é o compositor mais bem sucedido da história do Junior Eurovision. Ele é responsável pelas três músicas vencedoras da Geórgia na competição, além de outras quatro entradas no top 5;
  • Esta é a segunda vez em que a Geórgia termina em segundo lugar no ano seguinte ao da sua vitória. Após vencer a edição de 2011, o grupo Funkids foi vice colocado em 2012 com ‘Funky lemonade’.

Os melhores resultados

  • Este é o melhor resultado do anfitrião no Junior Eurovision. A Geórgia terminou em segundo lugar conseguindo 185 pontos, tomando o posto da Ucrânia, que também foi vice colocada quando sediou a competição em 2013 obtendo 121 pontos;
  • A Austrália teve a sua melhor colocação na história ao atingir o terceiro lugar no show. Nas outras duas participações, o país terminou em oitavo e quinto lugar, respectivamente;
  • Após ficar de fora da competição por nove anos, Portugal obteve o seu melhor resultado ao terminar na 14ª posição com 54 pontos. O melhor resultado do país era também o 14º lugar, com apenas 22 pontos;
  • O quarto lugar dos FOURCE trouxe para a Holanda o melhor resultado do país em seis anos. Até então, o posto era da vice colocada em 2011, Rachel, com ‘Teenager‘;
  • Das quatro participações da Polônia no festival infantil, o oitavo lugar obtido nesse ano é seu melhor resultado. O país estreou em último lugar em 2003 e obteve 17º e 11º lugar em 2004 e 2016, respectivamente.

Os piores resultados

  • Apesar do sexto posto, este é o pior resultado da Armênia em quatro anos. O país ficou na terceira posição em 2014 e foi vice colocado em 2015 e em 2016;
  • A Albânia igualou a sua pior colocação na competição, o décimo terceiro lugar, que também havia sido conseguido no ano passado;
  • O Chipre terminou em último lugar esse ano, igualando o seu pior resultado na competição ao lado da entrada do ano passado;
  • A Irlanda teve o seu pior resultado na competição com o 15º posto em 2017. As outras duas participações do país terminaram em 12º e 10º, respectivamente;
  • Em treze participações da Macedônia no Junior Eurovision, esta é a sétima vez que o país termina na 12ª posição, se juntando aos anos de 2003, 2009, 2010, 2011, 2013 e 2016;
  • Malta teve o seu pior resultado em sete anos com o 9º lugar de Gianluca Cilia.

Junior Eurovision 2018

A próxima edição do Junior Eurovision acontecerá em novembro do ano que vem na cidade de Minsk, capital de Belarus. O local escolhido para abrigar o festival é a Minsk Arena, com capacidade para 15 mil pessoas e que também foi sede do Junior Eurovision 2010. Até o momento, Belarus, Geórgia, Holanda e Portugal são o únicos países confirmados.

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook