Eurovision

Eurovision 2018: O ano das músicas recicladas?

Regra do 1º de setembro já foi quebrada cinco vezes esse ano.

12 de Janeiro de 2018 - por Marcus Javarini
12 01 2018

A regra do 1º de setembro

O Eurovision 2018 se aproxima, faltam cerca de quatro meses para que a competição tome as telas de TV da Europa e algumas outras pelo mundo. Com os preparativos em andamento, os países participantes também começam a se movimentar para decidir quem erguerá suas bandeiras durante as três noites de festival em Lisboa em maio. Como se sabe, 43 nações estarão ‘a bordo’ em Portugal para celebrar a música europeia, um recorde de países participantes. Dentre eles, 32 países optaram por decidir a sua entrada com a ajuda do público através de seletivas nacionais. Com novos nomes e músicas de diferentes países sendo revelados a cada semana, um fato toma conta do período pré-eurovisivo: os artistas estão reciclando músicas pra o Eurovision.

2018 será um ano marcado pelas músicas que quebram a “Regra do 1º de setembro”, na qual a EBU veta as músicas que tenham sido lançadas antes desta data a participarem da competição, o que prova que alguns artistas estão reutilizando composições antigas para tentar sua vez no Eurovision. Vamos aos casos de 2018:

Never Forget

A música ‘Never forget’ é uma das seis concorrentes da seletiva da Tchéquia para o Eurovision 2018, interpretada por Pavel Callta. O cantor havia interpretado sua música antes da data limite em uma versão em tcheco. Após a notícia ter se espalhado, o chefe de delegação do país, Jan Bors, confirmou ao site ESC Portal que a EBU foi consultada sobre a situação e abriu uma exceção para que a música concorra na seletiva.

Forever

O cantor Alexeev teve seu nome metido em uma polêmica há algumas semanas após ter desistido de concorrer no Vidbir – seletiva nacional da Ucrânia, seu país natal – após uma discussão com seu assessor e se inscrito no Eurofest, de Belarus, para tentar ir ao Eurovision. Dias antes das audições ao vivo na seletiva foi divulgado um vídeo do cantor interpretando ‘Navsegda’, versão ucraniana de ‘Forever’ em um show na cidade de Sevastopol no dia 23 de maio, o que evidentemente quebra a regra da EBU. Além disso, o cantor teria interpretado a música em vários shows de sua turnê pela Ucrânia antes e após desta data. Em defesa do Alexeev, seu assessor afirmou que ‘Navsegda’ e ‘Forever’ são versões completamente diferentes. A EBU ainda não se pronunciou sobre o caso.

https://vk.com/video141015356_456239865

Ouça: Navsegda | Forever

Dai Laga

A música está concorrendo na seletiva nacional de Malta para o Eurovision na voz de Aidan Cassar. Dias após a divulgação das concorrentes da seletiva, a estatal do país PBS começou a investigar a possibilidade de que o instrumental da música esteja disponível para venda na internet desde o dia 14 de agosto. No site de vendas, a faixa aparece com o nome (Justin Bieber, Major Lazer type) Come Alive Prod By Lttb, como pode ser conferido aqui. Ainda não foi decidido o que será feito com a candidatura de Aidan.

Kvitka

Uma das favoritas a representar a Ucrânia no ano passado acabou descumprindo uma das regras para tentar ir ao Eurovision 2018. A ucraniana Tayanna realizou há algumas semanas uma votação online com quatro músicas para que o público decidisse com qual entrada ela deveria participar no Vidbir, seletiva nacional ucraniana. A preferida fo público foi ‘Kvitka‘, que foi interpretada pela cantora publicamente antes do dia 1 de setembro. Após uma decisão da estatal UA:PBC, foi confirmado que Tayanna irá concorrer na seletiva com uma música inédita, já que as quatro propostas da votação não estão aptas a ir ao Eurovision.

Fix me

A Romênia divulgou há algumas semanas os seus 60 concorrentes para o Selecția Națională, seletiva nacional do país. Dentre as propostas enviadas, foi divulgado pela estatal TVR que ‘Fix me‘, de Freia descumpria a regra da data da EBU, portando a candidatura foi desclassificada da seletiva. Ouça:

Se quiser saber mais sobre a regra do 1º de setembro e os casos em que a regra foi quebrada em anos anteriores no Eurovision, clique aqui.

x Close

Curta nossa página no Facebook