Eurovision

Cazaquistão poderá fazer sua estreia em 2018

O país transmite o festival desde 2010

29 de setembro de 2017 - por Marcus Javarini
29 09 2017

Após vários anos transmitindo o Eurovision, o Cazaquistão poderá – finalmente – fazer sua estreia no festival europeu, é o que afirma o site ESC Today. Após contatarem a EBU, a entidade organizadora do festival fez uma declaração que pode indicar a estreia do país no Eurovision. Leia:

A participação no Eurovision Song Contest é limitada aos membros da EBU ou aos convidados associados. Os associados da EBU estão elegíveis para entrar no Eurovision Song Contest, isso é decidido pelo Grupo de Referência – corpo que governa o ESC – caso a caso. O anúncio das nações participantes na edição de 2018 será feita em breve.

A declaração da EBU por si só não indica a possível entrada cazaque no festival, mas é importante lembrar que a ARD, emissora da Alemanha responsável pelo Eurovision, assegurou que, além da volta da Rússia, a edição 2018 poderia contar com “dois participantes surpresa“, que seriam convidados pela RTP – emissora anfitriã de 2018 – com o consentimento da EBU. Os países cogitados foram o Cazaquistão e o Kosovo, porém tanto a EBU quando a estatal kosovar RTK desmentiram a estreia do ex-iugoslavo, restando apenas a possível estreia do país asiático.


E se o Cazaquistão estrear?

Como se sabe, a Austrália é anualmente convidada a participar do Eurovision, uma vez que o canal do país SBS transmite o festival há mais de trinta anos. No Cazaquistão, quem transmite o festival desde 2010 é a Khabar Agency, também responsável pelas participações do país no Turkvyzion. Vale lembrar que a Khabar já confirmou que até o momento não recebeu nenhum convite oficial da EBU para participar do Eurovision, porém caso aconteça, a emissora tem interesse em ingressar na competição. Além disso, rumores apontam que Zhanar Dugalova seria a escolhida para defender o país em Lisboa.

Fonte: ESC Today

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook