Eurovision

Sanções à Rússia e Ucrânia serão discutidas este mês

Rússia e Ucrânia serão punidas pelo polêmico caso de Samoylova

03 de junho de 2017 - por Paulo K.
03 06 2017

A maior polêmica dos últimos anos ocorreu durante a temporada eurovisiva deste ano. As autoridades ucranianas descobriram que Julia Samoylova, representante russa para o Eurovision 2018, entrou na Crimeia sem pedir autorização, reconhecendo assim a soberania russa sobre a península. Devido a esta investigação, a cantora foi impedida de entrar na Ucrânia.

A União Europeia de Radiodifusão vai agora discutir as sanções que vai impor a estes países por terem desrespeitado as normas do concurso. A reunião ocorrerá a 12 de junho, um dia antes do primeiro encontro entre a entidade europeia e a RTP para discutir o Eurovision 2018. Os dois países podem ser sancionados com apenas uma multa ou, no pior dos casos, serem impossibilitados de participar durante alguns anos.


Entenda o caso Samoylova

Confira aqui o especial do ESCpedia sobre tudo o que você precisa saber sobre o caso de Julia Samoylova.


Rússia no Eurovision 2017

Julia Samoylova representaria a Rússia no Eurovision 2017 com a canção “The Flame is Burning”. Confira abaixo:

Fonte: ESCPortugal

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook