Notícias

Ruslana: Ucrânia está pronta para ser sede do Eurovision 2017

Não há problemas financeiros

04 de dezembro de 2016 - por Fabiana Silva
04 12 2016

Após rumores de que o Eurovision poderia não ser realizado na Ucrânia, a cantora Ruslana, que é membro do comitê organizador da competição. veio a público para comentar a situação:

Sendo membro do comitê organizador do Eurovision 2017, posso oficialmente confirmar que a Ucrânia está totalmente pronta para abrigar o Eurovision. Em primeiro lugar, digo isso como uma pessoa que já esteve entre organizadores do festival no passado e que vê as situações organizacionais desde dentro, por minha própria experiência, e depois como uma pessoa envolvida nas preparações deste ano, que tem todas as informações relevantes.

Não há problemas financeiros. Os fundos foram alocados pelo governo, isso é 450 milhões de UAH ou 18 milhões de dólares, o que satisfaz plenamente todos os gastos do show. Este orçamento, na verdade, excede o orçamento de vários festivais anteriores, incluindo Kiev 2005. E este dinheiro não é virtual, ele está guardado em um banco suíço e fica independente de qualquer flutuação.

Depois, há um subsídio alocado pela administração de Kiev de 200 milhões de UAH, que é quase 8 milhões de dólares, que será gasto diretamente no festival. Ainda, o total do orçamento de Kiev com a organização e a preparação do evento é de quase 500 milhões de UAH. Fora o dinheiro vindo de patrocinadores, fora o dinheiro da venda de ingressos, fora o dinheiro da EBU. Geralmente, isso soma aproximadamente 5 milhões de francos suíços, mas, este ano, eles anunciaram uma soma ainda maior.

Então, eu digo novamente, não há problemas financeiros a princípio.

Além disso, pelo sucesso do festival, o Conselho Supremo e o Gabinete dos Ministros adotaram leis sem precedentes que simplificam o processo de preparação. Nada desse tipo, por exemplo, estava disponível em 2005.

Acho que essa agitação e essa “hype” criada ao redor do festival em Kiev – isso é um elemento de chantagem, iniciada externamente por razões políticas ou outras razões. Eu não vejo motivo real para se preocupar.

Como foi anunciado pelo ESCPedia nesta matéria, a organização ucraniana para o Eurovision 2017 se encontra em risco visto que os preparativos para o festival estão atrasados em cerca de um mês. No dia 8 de dezembro, a EBU realizará sua assembleia anual, e dentre os assuntos tratados, será discutida a permanência do festival na Ucrânia. Caso a Ucrânia perca o status de organizadora, o posto será passado para a Rússia, terceira classificada no Eurovision 2016.


O Eurovision 2017

A 62ª edição do Eurovision Song Contest acontecerá na Ucrânia no próximo mês de maio. A cidade escolhida foi a capital Kiev após Jamala vencer a edição de 2016 com a canção ‘1944’, levando o concurso para casa. Relembre:

Fonte: ESCKaz

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook