Eurovision

Projeto da Ucrânia para o Eurovision 2017 é aprovado

País será, finalmente, sede do festival

08 de dezembro de 2016 - por Fabiana Silva
08 12 2016

Os produtores executivos do Eurovision 2017,Oleksandr Kharebin e Victoria Romanova, e o governador de Kiev, Oleksiy Reznikov, estão na Suíça para a assembleia geral da EBU. Em dois dias, eles apresentaram o projeto para o festival e, segundo confirmação da própria Victoria, ele foi aprovado pela entidade.

A organização ucraniana para o Eurovision 2017 corria risco de perder o festival, visto que os preparativos para o festival estão atrasados em cerca de um mês – havia, inclusive, a chance da Rússia ser o novo país-sede do evento. Contudo, pouco antes do encontro, em entrevista, Oleksandr Kharebin já havia confirmado que o logo e o slogan seriam conhecidos ainda em dezembro e que eles já tinham tomado a decisão de que empresa seria a responsável pelo palco. Além disso, no final do mês, eles definirão os responsáveis pela venda dos ingressos.

A vencedora de 2004 e membro do comitê organizador, Ruslana, confirmou que não há problemas financeiros a princípio e que algumas leis estão sendo abrandadas para que o festival seja realizado da melhor forma possível.


O Eurovision 2017

A 62ª edição do Eurovision acontecerá em Kiev, capital da Ucrânia. 43 países estão inscritos para participar da competição, que é composta por duas semifinais (09 e 11 de maio) e pela grande final (13 de maio), que terá 26 participantes.

Fonte: EuroINvision

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook