Eurovision

Eurovision pode ser tirado da Ucrânia

Evento poderia ser sediado em Moscou

04 de dezembro de 2016 - por Fabiana Silva
04 12 2016

As polêmicas envolvendo a organização do Eurovision 2017 não param. Em declaração para o tabloide alemão Bild, um membro do grupo de referência da EBU disse que a Ucrânia pode mesmo perder o direito de sediar o festival e que, caso isso aconteça, ele passaria a ser organizado pela Rússia, sendo realizado em Moscou.

Na última semana, o chefe da NTU Alexander Kharebin disse que a EBU ameaçou com tirar de Kiev o direito de sediar o Euroivision, alegando, entre outros motivos, a burocracia, a legislação inadequada e a atitude de desdenha de alguns oficiais perante a competição. Também já havia sido dito que há um plano B para caso os ucranianos não conseguissem lidar com a realização do evento.

A decisão final da EBU será tomada no dia 8 de dezembro.


O Eurovision 2017

A 62ª edição do Eurovision Song Contest acontecerá na Ucrânia no próximo mês de maio. A cidade escolhida foi a capital Kiev após Jamala vencer a edição de 2016 com a canção ‘1944’, levando o concurso para casa. Relembre:

Fonte: Eurovisionary

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook