Eurovision

EBU ainda analisa proposta de votação de San Marino

Análise nas mãos da EBU e da Digame

03 de maio de 2017 - por Fabiana Silva
03 05 2017

O chefe da delegação de San Marino confirmou hoje que voltou às negociações com a EBU em relação à nova proposta de votação. Ela diz o seguinte:

A proposta cria uma representação simples e estatística dos telespectadores por um número de pessoas vivendo em San Marino. Esse painel de pessoas seria solicitado a assistir duas das três transmissões do Eurovision e votar pela internet na mesma janela de votação usada por outros telespectadores europeus. A votação desse painel seria aderido ao do juri para formar a votação total de San Marino no Eurovision. Obviamente, em caso de problemas ou má funcionamento da simulação, a EBU deveria recorrer a uma votação de emergência feita pelo sistema atual, porem não usá-lo como primeira opção, mas sim como um backup.

Num primeiro momento, a proposta havia sido rejeitada, mas ela voltou a pauta em parceria com a Digame, que é a empresa que cuida do televoto no Eurovision. Juntos, eles a estão estudando, tentando resolver alguns últimos detalhes.

ENTREVISTA: Alessandro Capricchioni fala sobre o método de votação. (versão em inglês)

San Marino é o único país do Eurovision que não pode usar o televoto, uma vez que divide seu sistema de telefonia com a Itália. Por isso, é utilizada uma combinação de votos de 5 a 10 países pela Europa, cujos nomes não são revelados.


San Marino no Eurovision 2017

Em 2017, San Marino será representado por Valentina Monetta & Jimmy Wilson, com a canção “Spirit of the night“. Veja o clipe oficial da canção:

Fonte: Eurovoix

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook