Eurovision

Cidade interessada em sediar Eurovision sofre com dívidas

Mais de 100 milhões de Euros

12 de julho de 2017 - por Fabiana Silva
12 07 2017

Gondomar, uma das quatro cidades interessadas em sediar o Eurovision 2018, está com sérios problemas financeiros. São mais de 100 milhões de Euros em dívidas, o que poderia forçá-los a hipotecar vários prédios municipais, incluindo sua principal arena multiuso. O valor conseguido com as hipotecas servirá como garantia no processo em que a cidade está obrigada a devolver quase 12 milhões de Euros de fundos comunitário do governo de Portugal.

Por esse motivo, Gondomar se vê obrigada a desistir de projetos que já haviam sido anunciados, como reformas em escolas e a construção de um parque urbano.


Eurovision 2018

O Eurovision 2018 acontece em maio, em Portugal. Até o momento, quatro cidades estão na disputa para sediar o festival – Lisboa, Braga, Gondomar e Santa Maria da Feira – e vencedora será anunciada ainda em 2017.

Fonte: ESC Portugal

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook