Análises

Respirando por aparelhos

Malta - Claudia Faniello - "Breathlessly"

20 de março de 2017 - por Marcus Javarini
20 03 2017

Ficha Técnica

  • País: Malta
  • Artista: Claudia Faniello
  • Título: Breathlessly
  • Data de Lançamento: 21 de dezembro de 2016
  • Autor(es): Philip Vella, Gerard James Borg
  • Emissora: PBS
  • Método de seleção: final nacional (MESC)

Biografia

Claudia FanielloClaudia Faniello tem 28 anos e tem dois irmãos, um deles é Fabrizio, que representou Malta no Eurovision em 2001 e 2006. Aos 12 anos, Claudia começou sua carreira na música, participando de vários programas de televisão e de festivais; Em 2001, venceu o show de talentos Talentissimi Juniors e, no ano seguinte, cantou junto a orquestra sinfônica de Malta em um show beneficente, em favor de crianças carentes. Em 2006, com apenas 17 anos, teve sua primeira tentativa de representar Malta e, no mesmo ano, foi eleita artista revelação e venceu uma das mais importantes competições nacionais, o Festival Kanzunetta Indipendenza.
 
Claudia teve outras oito tentativas no Malta Eurovision Song Contest, com destaque para 2008, com “Caravaggio” (2º lugar) e “Sunrise” (3º lugar), e 2012, com “Pure” (2º lugar). Em agosto de 2010, lançou seu álbum de estreia, intitulado Convincingly Better.


Galeria


Capa para Facebook


Clipe Oficial


Análise

A intérprete

Claudia FanielloDepois de tentar ir para o Eurovision dez vezes, finalmente Claudia Faniello irá realizar o seu sonho de pisar no palco da competição para defender o seu país. Essa persistência tem um lado positivo para Malta em 2017: Claudia já está acostumada com a pressão de disputar competições e sabe bem os cuidados que deve ter para não cometer erros que comprometam sua participação em Kiev. Claudia tem bastante experiência e seu vocal não decepciona, além de combinar com sua proposta. Sem dúvida, a pequena ilha está muito bem representada. Nota: 8,25/10

A canção

Claudia FanielloPodemos ver que o Eurovision 2017 está repleto de baladas e os países que estão apostando por este estilo terão certa dificuldade em se sobressair na competição, principalmente Malta. Não é segredo para ninguém que o país mediterrâneo tem uma canção datada e com uma fórmula já conhecida, que pode ser comparada com a Irlanda, por exemplo – que mesmo tendo elementos diferentes, possui um mesmo ar melancólico e melodia superlenta. Ainda sim, é importante ressaltar que a PBS fez um belo trabalho ao adicionar detalhes sutis, mas que deixaram a proposta um pouco mais chamativa. Mesmo sendo considerada esquecível, “Breathlessly” é muito bem produzida e tem qualidade, porém não o suficiente para que esteja entre as melhores do ano. Nota: 4,25/10

O apelo com o público

Claudia FanielloComo nem tudo são flores, Claudia vem com uma proposta que não tem agradado muito o público. “Breathlessly” é uma música boa e só. Não tem nenhum aspecto que a torne visível dentre as demais candidatas e provavelmente será esquecida em sua semifinal. Em um ano repleto de baladas, Malta deixa a desejar, princialmente pelo fato de que as concorrentes do mesmo estilo, como Suíça e Bulgária, por exemplo, têm propostas bem mais impactantes na semifinal e certamente ganharão mais pontos do público. Nota: 3,25/10

O conjunto da obra

Claudia FanielloMesmo com todos os defeitos apontados na análise, a proposta de Malta pode ser considerada tradicional e bem feita. Mesmo sem usar elementos muito chamativos, a canção tem o seu charme e ficou melhor depois do ‘revamp’. A final é um objetivo ambicioso demais, porém, levando em consideração o histórico do país e como eles costumam agradar os jurados, não será impossível ver Claudia se apresentando no sábado eurovisivo. Tudo dependerá de uma performance impecável, e principalmente, surpreendente. Nota: 5,5/10

O veredito

Malta Veredito 2017



E amanhã…

Blanche
A temporada de análises do ESCPedia continua amanhã, com nosso veredito sobre “City Lights“, canção de Blanche que representará a Bélgica.

x Close

Curta nossa página no Facebook