Análises

Análise dos ensaios do Junior Eurovision

Primeiro dia de ensaios

15 de novembro de 2016 - por Fabiana Silva
15 11 2016

Fiamma Boccia

Fiamma Boccia – Cara Mama

  • Vocal próximo com o da versão estúdio;
  • Boa evolução do telão (ele começa escuro e, com a crescente da melodia, ele ganha muitas cores;, finalmente, ele termina escuro);
  • Fiamma é muito expressiva e consegue transmitir sua mensagem com essas expressões corporais e faciais;
  • Seu olhar, no entanto, é meio perdido – ela precisa olhar mais para a câmera.

Zena Donnelly

Zena Donnelly – Bríce Ar Bhríce

  • A interpretação é mais forte que o vocal;
  • Ainda assim, o vocal melhorou bastante desde a final nacional;
  • Experiência como atriz fez com que ela aprendesse a se conectar com as câmeras;
  • Fundo bonito, mas um pouco monótono – o conjunto está muito azul.

George Michaelides

George Michaelides – Dance Floor

  • Visualmente bem construída, com uma excelente coreografia;
  • Cores combinam com a canção – cores fortes, vibrantes e quentes;
  • Jogo de câmeras acaba perdendo algumas cenas importantes da coreografia;
  • Como era de se esperar, ele se perde um pouco no vocal por causa da dança.

Kisses

Kisses – Kisses and Dancin’

  • Apresentação muito colorida, o que combina perfeitamente com a animação da música;
  • O fundo usado durante o refrão é muito confuso, fazem as meninas se perderem no vídeo;
  • Trio está muito confiante com a coreografia e com o palco, elas estão se divertindo durante o show;
  • O vocal tem algumas falhas, mas nada tão sério.

Shir & Tim

Shir & Tim – Follow my heart

  • Background simples, mas com cores muito efetivas no vídeo;
  • Tim consegue se conectar bem com as câmeras – os closes no início são matadores;
  • A dupla criou uma boa química e a harmonia das vozes funciona bem, ainda que a voz de Tim seja mais forte do que a de Shir;
  • Melhor trabalho de câmeras e uso do palco até o momento.

Martija Stanojkovic

Martija Stanojkovic – Love will lead our way

  • Martija consegue cantar e dançar ao mesmo tempo, sem ficar sem fôlego;
  • Macedônia aprendeu a regra do menos é mais nas apresentações eurovisivas;
  • Boa coreografia, boa interação entre dançarinas e intérprete;
  • Precisa melhorar muito no trabalho de câmeras.

Christina Magrin

Christina Magrin – Parachute

  • Christina tem boa intimidade com as câmeras;
  • Vocal preciso, com falsetes muito bem executados;
  • Fundo cheio de cores, que remente ao que já foi utilizado no ano passado;
  • Há takes muito interessantes, mas o trabalho de câmera poderia ser mais efetivo em alguns momentos.

Olivia Wieczorek

Olivia Wieczorek – Nie Zapomnij

  • Olivia tem muita facilidade para cantar, porém ela não tem controle total de sua potência, o que a faz errar algumas notas;
  • Ainda falta um pouco de emoção nas expressões da cantora;
  • O fundo ficou mais colorido que na final nacional, o que dá um pouco de vida ao show;
  • A apresentação é muito simples e limpa, com foco total na intérprete e na mensagem que ela quer transmitir.
Fonte: EBU
x Close

Curta nossa página no Facebook