O Eurovision e as trilhas sonoras de novelas (atualizado)

Em maio de 2009, fizemos um post sobre o Eurovision e as trilhas sonoras de novelas – post esse que surgiu após uma pesquisa sobre a cantora Gisela (Andorra 2008). Agora, com a notícia de que “Amar pelos dois“, de Salvador Sobral, será tema de Tempo de Amar, nova novela das 6 da Globo, achamos que é uma excelente hora para resgatarmos essa pesquisa e atualizá-la. Vamos a ela!


Numa busca pela internet (uma das minhas muitas buscas), cai na página da Gisela da Wikipedia e me deparei com uma coisa que não sabia: a representante de Andorra de 2008 teve uma música na trilha sonora da novela Kubanacan. É uma versão do bolero “No me platiques más“, que já foi cantado por muita gente. Mas essa não é a única relação entre o Eurovision e as novelas brasileiras.

Creio que, quando um eurofã brasileiro pensa em novelas, uma imagem que pode vir à cabeça é a de Camila (Carolina Dieckmann) em Laços de Família e, claro, a canção da Lara Fabian (Luxemburgo 1988), “Love by grace“.

A cena é um clássico, assim como a voz de Lara em novelas globais dos anos 2000: a belga esteve com “I guess I loved you” em Senhora do Destino, com “The last goodbye” em Da Cor do Pecado e com “Meu Grande Amor” (em português mesmo) em O Clone.

Falando em O Clone, pouca gente sabe mas… a trilha sonora tinha uma canção da Ajda Pekkan (Turquia 1980): “Bir gunah gibi“, que é uma versão de “Nathalie“, de Julio Iglesias (mais eurovisivo, impossível!).

Julio Iglesias (Espanha 1970) é outro tarimbado nas trilhas sonoras. As músicas usadas em novelas foram:

Sou o rei das trilhas sonoras brasileiras… y lo sabes!

Céline Dion (Suiça 1988) já soou várias vezes na telinha global, com canções como “J’attendais“, de Esperanza, “Falling Into You“, de Zazá, “Immortality“, de Torre de Babel, “Because You Loved Me“, de Quem É Você? e “To Love You More“, de Suave Veneno.

E foi em Suave Veneno que ouvimos pela primeira vez a cantora sueca Emilia (Melodifestivalen 2009), com o seu sucesso “Big Big World“.

Quem não conhece estes rostinhos suecos?

Continuando na Suécia e, sem dúvida, não podemos esquecer do ABBA (Suécia 1974), um dos mais conhecidos nomes da história do Eurovision: “The Winner Takes It All” esteve em Coração Alado, “Honey Honey” em O Casarão, “The Name of the Game” em O Astro, e “Fernando” em Maçã do Amor.

A novela Eu Prometo ainda tinha “Wrap my arms around you“, cantada somente por Agneta Fältskog, enquanto Louco Amor tinha “I Know There’s Something Going On“, com Frida como solista.

Muito conhecido de quem já chegou à melhor idade, o italiano Sergio Endrigo (Itália 1968) teve sua voz soando em várias produções brasileiras:

  • Ti Amo“, da novela Esperanza;
  • Io Que Amo Solo Te“, das novelas Vereda Tropical, A Próxima Vítima e Os Imigrantes 3ª Geração;
  • Tu Sola Con Me“, da novela Meu Rico Português;
  • A Rosa“, de Sergio Endrigo e Chico Buarque, da novela O Todo Poderoso;
  • La Prima Compagnia“, de Sergio Endrigo, da novela Vitória Bonelli;
  • Café da Manhã“, de Sergio Endrigo, da novela Os Gigantes.

Apesar de compartilharmos idioma, canções lusitanas foram muito pouco usadas em trilhas de novelas por aqui. Dulce Pontes (Portugal 1991) é a eurovisiva portuguesa que mais aparece, com “Fado“, da minissérie Os Maias e “Canção do Ma” e “Laurindinha“, da novela As Pupilas do Senhor Reitor.

Citamos tantas músicas por aqui… mas nenhuma delas efetivamente esteve no palco do Eurovision. Afinal, antes de “Amar pelos dois“, quantas realmente eurovisivas fizeram parte de trilhas sonoras de novelas? Pouquíssimas – mais precisamente nove, sendo a última delas em 2005 (um cover de um tema de 1961)! Sem contar que a canção mais jovem da lista é de 1987!

  • Se Piangi, Se Ridi“, de Bobby Solo (Itália 1965), da novela O Cara Suja;
  • Romantica“, de Renato Rascel (Eurovision 1960), da novela Os Imigrantes 3ª Geração;
  • Nel Blu Di Pinto Di Blu (Volare)“, de Domenico Modugno (Itália 1958), das novelas Bambolê e Os Imigrantes 3ª Geração;
  • Piove“, de Domenico Modugno (Itália 1959), da novela Os Imigrantes 3ª Geração;
  • Al Di Là“, versão de Emilio Pericoli, das novelas Estúpido Cupido e Fera Ferida / versão de Paolo, da novela Alma Gêmea – originalmente interpretada por Betty Curtis (Itália 1961);
  • E Depois do Adeus“, versão de Luiz Arruda Paes e Orquestra – originalmente interpretada por Paulo de Carvalho (Portugal 1974);
  • En Un Mundo Nuevo“, de Karina (Espanha 1971), da novela Papai Coração;
  • Walk Away“, versão em inglês de “Warum Nur, Warum” de Udo Jürgens (Áustria 1964), da novela Sétimo Sentido;
  • Let The Sun Shine In Your Heart“, versão em inglês de “Laß die Sonne in dein Herz” de Wind (Alemanha 1987), da novela Mandala;
  • *”Paris“, de Jay-Jay Johanson, da novela O Rebu (menção honrosa, pois competiu no Melodifestivalen em 2013).

E qual foi a mais recente canção de artista eurovisivo a integrar a trilha sonora? Foi “Time stand still“, de Trijntje Oosterhuis (Holanda 2015) e Daniel Boaventura. Ela esteve na novela Alto Astral, que foi ao ar entre 3 de novembro de 2014 e 8 de maio de 2015, na faixa das 19h.

Enfim, ainda há muitas outras canções, que listamos abaixo (separadas por país). Você lembra de alguma que não viu aqui? Mande-nos uma mensagem através do Facebook, do Twitter ou do email.

  • "The Strangers", de Dschinghis Khan (Alemanha 1980), da novela Plumas e Paetês
  • "Summer Love", de Udo Jürgens (Áustria 1966), da novela Marron-Glacé;
  • "Don't Wanna Miss", de Lia Weller (NF Áustria 2016), da novela Caras e Bocas.
  • "Solo Se Vive Una Vez", de Azúcar Moreno (Espanha 1990), da novela Salsa y Merengue;
  • "Perfídia", de Raphael (Espanha 1966 e 1967), da novela O Espantalho;
  • "La sandunga", de Raphael, da novela Os Imigrantes 3ª Geração;
  • "Desde Que Tu Te Has Ido", de Mocedades (Espanha 1973), da novela Os Imigrantes 3ª Geração;
  • "Loco Mia", de Locomia (NF Espanha 2001), da novela Meu Bem Meu Mal.
  • "Tu T'en Vais", de Alain Barrière (França 1963) & Noelle Cordier, da novela Anjo Mau.
  • "Lama", de Noa (Israel 2009), da novela Perdidos de Amor.
  • "Chimera", de Gianni Morandi (Itália 1970), da novela Esperanza;
  • "Fumo Negli Occhi", de Gianni Morandi, da novela Os Imigrantes 3ª Geração;
  • "Eva", de Umberto Tozzi (Itália 1987), da novela Transas + Caretas;
  • "Self Control", de Raf (Itália 1987), da novela Partido Alto;
  • "Ancora Con Te", de Peppino di Capri (Itália 1991), da novela Roda de Fogo;
  • "Serenata", de Peppino di Capri, da novela Luz do Sol;
  • "Luna Rossa", de Claudio Villa (Italia 1962 e 1967), da novela Vida Nova;
  • "Mattino", de Al Bano (Italia 1976 e 1985), da novela O Italianinho;
  • "Musica", de Al Bano, da novela O Italianinho;
  • "Il Maestro di Violino", de Domenico Modugno (Itália 1958, 1959 e 1966), da novela Pecado Capital;
  • "Ti Sento", de Nicola di Bari (Itália 1972), da novela Sinal de Alerta;
  • "Tu Nella Mia Vita", de Wess & Dori Ghezzi (Itália 1975), da novela Os Ossos do Barão;
  • "Noi Due Per Sempre", de Wess & Dori Ghezzi, da novela Corrida do Ouro;
  • "E Siamo Qui", de Wess & Dori Ghezzi, da novela O Grito;
  • "La Mia Storia Tra Le Dita", de Gianluca Grignani (Sanremo 2015), da novela Vira Lata;
  • "Resta", de Chiara Civello (Sanremo 2012) & Ana Carolina, da novela Passione;
  • "Viva", de Gigi D'Alessio (Sanremo 2012 e 2017), da novela Sol Nascente;
  • "Il Vero Amore", de Andrea Zarrillo (Sanremo 2017), da novela Um Sol Maior.
  • "Only Love", de Nana Mouskouri (Luxemburgo 1963), da novela Selva de Pedra;
  • "Yes Sir I Can Boogie", de Baccara (Luxemburgo 1978), da novela Coquetel de Amor.
  • "La Question", de Françoise Hardy (Mônaco 1963), da novela Selva de Pedra;
  • "Fleur de Lune", de Françoise Hardy, da novela O Bem Amado;
  • "Comment Te Dire Adieu", de Françoise Hardy, da novela A Revolta dos Anjos;
  • "Rêve", de Françoise Hardy, da novela A Revolta dos Anjos;
  • "La Crabe", de Françoise Hardy, da novela Carinhoso.
  • "Fado dos Cheirinhos", de Carlos do Carmo (Portugal 1976), da novela Os Imigrantes;
  • "Lisboa Menina e Moça", de Carlos do Carmo, da novela Os Imigrantes;
  • "Eu Sei", de Sara Tavares (Portugal 1994), da novela A Padroeira;
  • "Easy", de Dora (Portugal 1986 e 1988), da novela Corpo Santo.
  • "Secrets", de Nicki French (Reino Unido 2000), da novela Corpo Dourado;
  • "Miss You Nights", de Cliff Richard (Reino Unido 1968 e 1973), da novela O Casarão;
  • "Spring of 1912", de Brotherhood of Men (Reino Unido 1976), da novela O Velho, o Menino e o Burro;
  • "Physical", de Olivia Newton-John (Reino Unido 1974), da novela Sabor de Mel;
  • "It's a Heartache", de Bonnie Tyler (Reino Unido 2013), da novela Te Contei?;
  • "Total Eclipse of a Heart", de Bonnie Tyler, da novela Pão Pão Beijo Beijo;
  • "Listen To Your Heart", de Sonia (Reino Unido 1993), da novela Rainha da Sucata;
  • "No Worries", de Simon Webbe (Blue - Reino Unido 2011), da novela Cobras e Lagartos;
  • "Love Is a Many Splendored Thing", de Matt Monro (Reino Unido 1964), da novela Sete Pecados;
  • "Chasing The Sun", de The Wanted (Nathan Sykes - NF JESC Reino Unido 2004), da novela Flor do Caribe;
  • "Glad You Came", de The Wanted (Nathan Sykes), da novela Avenida Brasil.
  • "That's My Name", de Akcent (NF Romênia 2006), da novela Uma Rosa com Amor;
  • "Small Talk", de Ovi (Romênia 2010 e 2014), da novela Caminho das Índias.
Fonte: http://www.teledramaturgia.com.br

Veja mais sobre:

x Close

Curta nossa página no Facebook